Efeitos que o uso do uso do aerossol pode causar no planeta
6 de agosto de 2018
BIODIVERSIDADE
4 de setembro de 2018

Desde a antiguidade, devido a sua resistência ao calor e ao fogo, o amianto já era utilizado em uma série de propósitos, como, por exemplo, em mechas de lanternas e em tecidos mortuários, no Egito Antigo.
O uso moderno do amianto se estende por mais de 3.000 produtos.
Muitos problemas de saúde são derivados da inalação de fibras de amianto dispersas no ar, uma vez que em virtude do tamanho dessas fibras, o pulmão humano não consegue as expelir.
Uma vez inaladas, as fibras permanecem no organismo, causando diversas lesões nos pulmões em virtude de sua natureza ou mesmo em virtude das tentativas do organismo humano de expulsá-las; sendo, infelizmente, comuns as seguintes doenças relacionadas ao amianto: câncer, asbestose, mesotelioma, dentre outras.
Devido à sua periculosidade, muitas localidades do Brasil e do mundo já optaram por banir o amianto de forma permanente, como é o caso do município de São Paulo.
Para os materiais que contem amianto, o descarte deve ser realizado de maneira cuidadosa, para que o meio ambiente não seja contaminado.
O CONAMA obriga que a disposição final de resíduos que contenham amianto em sua composição seja feito em aterros industriais específicos para lixo perigoso.
Antes da preocupação em escolher uma empresa para realizar o descarte de telhas de amianto, é importante reforçar os motivos que tornam o amianto um produto agressivo ao meio ambiente, e que, consequentemente, levou à criação de normas e procedimentos para o seu descarte.
O descarte de telhas de amianto deve ser realizado de acordo com os padrões estabelecidos em normas regulamentadoras, que visam, principalmente, evitar a contaminação do solo, por exemplo, pelo amianto contido em materiais como telhas e caixas d’agua. Dentre estes procedimentos, o descarte de telhas de amianto deve ser realizado em aterros destinados a esse fim.
É importante ressaltar que a realização do descarte de telhas de amianto é muito mais do que simplesmente atender às normas de proteção ambiental, é também a representação da responsabilidade da empresa com a preservação do meio ambiente, um cuidado que deve ser observado por empresas que, em suas atividades, utilizam-se de produtos que, se não forem descartados da forma adequada, podem trazer sérios danos ao meio ambiente a curto ou longo prazo.