SEGURANÇA HIDRICA
20 de março de 2019

Biomassa é toda matéria orgânica, de origem vegetal ou animal, utilizada na produção de energia.
Ela é obtida através da decomposição de uma variedade de recursos renováveis, como plantas, madeira, resíduos agrícolas, restos de alimentos, excrementos e até do lixo.
Por ser uma fonte de energia renovável, a biomassa é uma alternativa viável para a substituição dos combustíveis fósseis e poluentes, como o petróleo e o carvão, por exemplo.
Além disso, a biomassa é comumente utilizada em usinas termelétricas para gerar eletricidade.
Em resumo, as suas vantagens incluem:
• Alternativa de energia renovável;
• Baixo custo;
• Baixa emissão de gases poluentes;
• Produzida a partir de uma grande variedade de materiais.
Apesar de suas vantagens, a produção de biomassa por comprometer a conservação das florestas e originar novas áreas desmatadas.
Dentre as principais desvantagens da biomassa podemos citar:
• Eficiência reduzida;
• Biocombustíveis líquidos podem emitir enxofre e contribuir com o fenômeno da chuva ácida
• Pode resultar em impactos ambientais em florestas;
• Elevado custo financeiros de equipamentos;
• A queima da biomassa é relacionada com aumento de casos de doenças respiratórias;
Entre os principais produtos agrícolas usados como fonte energética alternativa geradora da biomassa encontra-se a cana de açúcar, que é aproveitada para a produção de álcool.
O bagaço da cana de açúcar, a casca do arroz, da castanha e do coco também são utilizados para gerar energia para as caldeiras. No Brasil, o bagaço da cana de açúcar é o principal recurso potencial para geração de energia elétrica.
A mandioca, os amidos, os óleos vegetais (dendê, babaçu, mamona etc.) e a celulose, entre muitos outros materiais, que podem ser utilizados para a produção de combustíveis para os motores.
O aproveitamento da biomassa ocorre por três procedimentos principais:
• Combustão direta: podem ainda envolver outros processos físicos como secagem, corte e quebra.
• Processos termoquímicos: gaseificação, pirólise, liquefação e transesterificação;
• Processos biológicos: digestão anaeróbia e fermentação.
Os principais produtos derivados da biomassa são:
O biogás é um gás metano obtido juntamente com o dióxido de carbono, resultado da decomposição de materiais como resíduos alimentares, esgoto e excrementos.
O etanol é extraído do caldo da cana de açúcar, da beterraba e do milho. O etanol celulósico é obtido por dois processos. Em um deles a biomassa é formada basicamente por moléculas de celulose, é submetida ao processo de hidrólise enzimática. O outro é formado pela gaseificação, fermentação e destilação.
O biodiesel é obtido de óleos vegetais como a mamona, o dendê, a soja etc.
O carvão vegetal é resultado da carbonização da lenha.